Resenha do filme: O assassino do alfabeto

Olá pessoas, como estão?! Espero que bem. Separei a noite de sexta-feira para assistir um filme de suspense, que eu escolhi aleatoriamente para testar meus dotes de detetive (falhei miseravelmente), e hoje irei falar um pouquinho sobre ele, espero que gostem!

Sinopse:”Em Rochester, Nova York, Megan Paige (Eliza Dushku) é uma investigadora que está no caso de Carla Castillo, uma menina de dez anos que é sequestrada e morta em Churchville. Ela começa então a ter alucinações com Carla. Quando não consegue resolver o caso acaba piorando, é diagnosticada com esquisofrenia paranóica e vai parar em um hospital psiquiátrico. Dois anos depois ela volta ao departamento e se depara com o caso de Wendy Walsh, encontrada morta em Webster, as alucinações recomeçam e ela terá que lidar com isso enquanto procura o ‘assassino do alfabeto’.”

lllBom, no começo do filme nos deparamos com uma menina, Carla Castilho de dez anos, correndo e gritando desesperada pois está sendo seguida e, logo depois, descobrimos que a mesma foi assassinada, na cidade de Churchville.

Megan Paige, uma investigadora que está investigando o caso,começa a ter alucinações com Carla e tenta a todo custo resolver o mistério e, quando não consegue, chega a tentar cometer suicídio (cortando os pulsos). Como sua tentativa foi mal sucedida, a personagem é levada à um hospital onde é diagnosticada com esquizofrenia.  Continuar lendo