Resenha do livro: Ponte Para Terabítia

Oi amigos, hoje trouxe para vocês, uma obra com uma história meiga e sensível. Na verdade eu já tinha visto o filme e foi um dos filmes que marcaram minha infância. Então vamos lá!!!

 

Livro: Ponte para Terabítia
Autora: Katherine Paterson
Tradução: Ana Maria Machado
Lançamento: 1977 (nos EUA); 1999 (no Brasil)
Editora: Salamandra (Moderna)
Páginas: 160

 

Sinopse:

Jesse Aarons tem 10 anos, acaba de ingressar na 5ª série e o que mais deseja na vida é ser o campeão de corrida da escola. Bem agora, quando tem todas as chances de ganhar, tinha de aparecer Leslie Burke, uma novata na vila – e, ainda por cima, menina! – para desafiá-lo e, pior que isso, ganhar dele?

Mas Jess não sabe que Leslie vai lhe propor desafios muito maiores que ganhar ou perder uma corrida. Pouco a pouco, ele vai se afeiçoando a essa menina, tão diferente das outras de sua comunidade rural. Até que, juntos, os dois criam um reino mágico e solene, chamado Terabítia, onde governam soberanos, protegidos das ameaças e zombarias da vida cotidiana.

 

 

A História:

 O livro “Ponte para Terabítia” (Bridge to Terabithia) foi publicado pela primeira vez em 1977 nos Estados Unidos é uma obra de literatura infanto-juvenil escrita por Katherine Paterson – que nasceu na China em 1932 – e conta a história de Jess Aarons e sua amiga Leslie Burke.

        Jess é um garoto de dez anos de idade, vive no interior dos EUA e tem como principal objetivo ser o garoto mais veloz da escola e da quinta série, mas vê seus planos naufragarem após a chegada de Leslie, uma garota de, também, dez anos, que o vence nas corridas, bem como a todos os outros meninos da escola.

        De principio Jess não gosta da idéia de Leslie seguindo seus passos, pois ele não queria ser amigo de uma garota e também por ela o ter ganhado na corrida. Mas aos poucos a amizade vai nascendo, até porque, apesar de conviver com suas irmãs e as considerar chatas, Leslie era diferente de todas as outras garotas.

        Com a amizade fixada os dois através de sua imaginação criam Terabítia, um lugar onde é só deles, a única coisa que eles precisam fazer para chegar em Terabítia é atravessar um pequeno riacho dependurados numa corda. Em Terabítia Leslie e Jess são rainha e rei, respectivamente.

 

 

Opinião:

Ao terminar de ler o livro não me surpreendi pelo fato de que a autora ganhou o a Medalha Jhon Newbery em 1978 por esta obra, também não é surpresa que o livro tenha ganhado adaptações para a TV (1985) e cinema (2007) já que conta uma história tão linda.

 Realmente esse livro tem uma mensagem muito boa e apesar de um final um tanto quanto triste, mostra que a vida nem sempre é como se quer, mas que tudo o que acontece nela há um motivo e de qualquer situação se pode tirar um aprendizado, muitas vezes deixamos de sonhar e acreditar no nossos sonhos, e esta obra nos mostra a força que temos para realizarmos o que quisermos.

 

Então é isso galera, até a próxima, boa leitura e beijos!

Anúncios

[Resenha] O Príncipe Congelado | Raigor L. Ferreira

O_PRINCIPE_CONGELADO_1443229761528534SK1443229761BTítulo: O Príncipe Congelado

Autor(a):  Raigor L. Ferreira

Páginas: 9

Classificação: Design sem nome (1)

Sinopse:Nas terras longínquas do Reino de Arvoredo, os habitantes já estavam acostumados com um príncipe fora do tradicional. Phelipe, o herdeiro superestimado do trono tinha uma condição exótica e que fazia os moradores do Reino se perguntarem: “Como alguém pode ser tão gelado?”. A resposta para a pergunta não era simples e esmerada. Na verdade, era muito complexo entender o que tornara a majestade, um homem tão frio e indiferente.” Continuar lendo

Minha TBR de Livros Infantis/Infanto-Juvenis

O Mistério dos Cavalos Alados – Megan Shepherd

Nosso mundo tem cores. Você só precisa saber onde procurar. Existem cavalos alados nos espelhos do Hospital Briar Hill – esses espelhos refletem os elegantes quartos que já pertenceram a uma princesa, mas que agora são o lar de crianças doentes. Somente Emmaline pode enxergá-los. Este é o seu segredo. Certa manhã, a menina escala o muro dos jardins abandonados do hospital e descobre algo incrível: um cavalo branco com a asa quebrada que deixou o mundo dos espelhos e invadiu a realidade. Esse cavalo branco – uma égua chamada Lume de Luar – está se escondendo de uma força sombria e sinistra: o Corcel Negro. Para Emmaline mantê-lo longe de sua nova amiga, ela precisa rodear Lume de Luar com tesouros de tons brilhantes. Mas como a menina encontrará cor em um mundo tão cinzento? Ambientado durante a Segunda Guerra Mundial, “O mistério dos cavalos alados” traz uma prosa que se aproxima do lirismo e, assim como O jardim secreto e A princesinha, já pode ser considerado um clássico. Um livro que será amado por muitas gerações.

Continuar lendo

Resenha do Filme: Viva: A Vida é uma Festa

Oi, galerinha! Hoje trouxe para vocês um filme que apesar de ser voltado para o público infantil, me emocionou muito. Sou muito apaixonada pela cultura de outros países, em especial á do  México; quando vi o trailer desse filme me apaixonei e fui logo assistir, e não me arrependo de forma alguma de ter ido, então sem mais vamos lá…
 
Dirigido por: Lee Unkrich, Adrian Molina
Gênero: Animação, Aventura, Fantasia, Família (105 min – 2D e 3D)
Classificação Indicativa: Livre
Lançamento: 04 de janeiro de 2018 

Disney Pixar

 

Sinopse:

 Apesar de suas gerações passadas abominaram música, Miguel Rivera sonha em se tornar um músico de sucesso como seu ídolo, Ernesto de la Cruz. Desesperado para provar seu talento em meio à sua família de sapateiros, Miguel acaba por visitar o colorido Mundo dos Mortos após uma série de acontecimentos misteriosos. Pelo caminho ele encontra Hector e, juntos, iniciam uma jornada extraordinária para revelar a verdadeira história por trás de tudo isso.

 

 

A História:

Miguel Rivera faz parte de uma família de sapateiros mexicanos e essa função acompanha os membros da família há muitas gerações. Já com 12 anos Miguel ajudava no lar, engraxando os sapatos dos clientes enquanto ainda não era chamado para entrar de cabeça nos negócios da família. Mas, na verdade, Miguel guardava uma paixão secreta: a música! Justamente ela, que era odiada e banida por seus familiares. Eles tinham seus motivos: um músico fez parte da família e abandonou sua esposa e sua filha para seguir à estrada em busca do estrelato.

 

 

 

Opinião:

Para quem ainda não sabe, ” El día de los muertos”, é um feriado muito importante no México. Eles festejam acreditando que os mortos visitam os seus familiares neste dia, fazem  a comida preferidas dos seus entes queridos, com festas, músicas e usam flores para fazerem o caminho para os mortos.

O filme resgata importantes valores familiares; a música do filme foi um “personagem” crucial durante a trama; todos os personagens foram maravilhosamente bem construídos, a cada cena um ensinamento e uma descoberta.

Viva: A Vida é uma Festa, é aquele tipo de filme que te prende, e que você levará para sempre em sua vida.

 

 

 

Então é isso galerinha. até a próxima e beijinhos!!!

 

 

Gostinho de Infância

Oi, oi pessoal!

Tenho novidades para vocês!!!!!

Hoje eu estava conversando com minha prima e olhando alguns livros que eu lia quando era criança e pensei, por que não, não é mesmo?! Se você ainda não descobriu o que eu quero dizer a novidade é:  O blog agora contará com uma coluna de resenhas e dicas de livros infantis e infanto-juvenis. Como vocês já viram, o nome da coluna será Gostinho de Infância.

Estamos a procura de autores do gênero para parcerias e estamos aceitando dicas de leitura!

Espero que gostem e, em breve, teremos mais novidades!

gostinho de infância.png