[Entrevista] Blaire Collins

Conte-nos um pouco sobre você.

Sou a Elle (apelido), moro em uma cidade esquecida do Nordeste, mas ironicamente odeio praia, sol e calor. Apaixonada por lutas, motobads, basquete e animais. Totalmente invernal, e meu humor é desastroso. Adoro ler/escrever romance dark e new/young adult. Gosto dos mocinhos, mas não abro mão de jeito nenhum dos meus badboys literários e eles serão sempre minha preferência.

Qual foi seu primeiro contato com a literatura?

Meu pai sempre me incentivou, minha cunhada me dava bastante gibis/histórias em quadrinhos para ler, eu gostava bastante. Mas com o tempo que fui crescendo passei a ler livros maiores e mais ‘maduros’, digamos assim.

Qual seu autor/livro favorito?

J.K Rowling, Jamie McGuire, Brittainy Cherry, Elle Kennedy, Becca Fitzpatrick, Lauren Kate, Pepper Winters, J.R. Ward e Joanna Wylde. Gente, não tem como escolher só uma, sério! Mas quem me ‘introduziu’ nesse mundo de escrita, com certeza foi J.K. Rowling e Jamie McGuire. Livro favorito eu fico com a série Irmandade da Adaga Negra, Desastre Iminente e Querido John. Continuar lendo

[Entrevista] Lívia Sobral

Olá pessoas, a entrevistada de hoje é a autora Lívia Sobral, espero que gostem!


Conte-nos um pouco sobre você.

Meu nome é Lívia, eu tenho 19 anos e escrevo desde os 15. Eu sou de Recife, Pernambuco, moro com minha família e sou estudante de biologia.

Qual foi seu primeiro contato com a literatura?

Eu leio desde os 12 anos. O Pequeno Príncipe foi a primeira obra que li e verdadeiramente me apaixonei. A história dele me cativou pela imaginação e desde então sou louca pelos livros.

Qual seu autor/livro favorito?

É difícil dizer um só. Mas, se fosse para escolher, acho que o Morro dos Ventos Uivantes, de Emily Brontë. Foi uma das histórias que mais deixou pensativa e inspirada para escrever.

Como surgiu a ideia de escrever? Continuar lendo

[Entrevista] Barbara Amorim

Olá pessoas, trouxe hoje para vocês mais uma entrevista com autores do Wattpad, espero que gostem!!!


Conte-nos um pouco sobre você.

Ola, meu nome é Bárbara, sou turismóloga.

Tenho 23 anos e moro em Cuiabá. Adoro conhecer as culturas de vários povos(O que as vezes aparecem nos meus livros) e também tenho o habito de conversar com vários tipo de pessoas, costumo dizer que nessa vida sempre temos muito que aprender e eu a todo momento aprendo com varias pessoas.

Qual foi seu primeiro contato com a literatura?

O meu primeiro contato com a literatura fora através da minha avó que no caso é professora e minha mãe que me incentivava a ler, desde de nova fui do tipo que lê.

Qual seu autor/livro favorito?

Vixi, essa sim é uma pergunta difícil de responder (Risos), mais deixe-me ver.

Bem, eu gosto do Nicholas Sparks e um dos livros que gosto dele é Um Amor para Recordar, um dos clássicos, digamos assim, mais o mais atual é a Ultima Musica já que se trata sobre família. Continuar lendo

Entrevista: Lucas Palhão

Olá pessoas, hoje a entrevista é com o autor Lucas Palhão! Espero que gostem!!!


Conte-nos um pouco sobre você.

Meu nome é Lucas Palhão. Eu sou do mundo dos números, formado em Engenharia, mas adoro escapar para o mundo das letras. Nasci em São José dos Campos/SP em 1984, porém sou filho de mineiros e estou no sul de Minas há mais de metade da minha vida. Tenho publicações na Amazon e pelas editoras Darda e Andross, além de ter tido um conto vencedor no “Concurso Literário Edméa Carvalho” edição 2014.

Qual foi seu primeiro contato com a literatura?

O primeiro contato foi com os livros que tinha que ler para a escola. Porém, o primeiro que peguei para ler sem ter sido obrigado foi “Fernão Capelo Gaivota”, de Richard Bach. Foi aí que me apaixonei por histórias. Depois, passei para Agatha Christie e, então, caí de cabeça nas aventuras de Sherlock Holmes do Sir Arthur Conan Doyle. Bem mais tarde fui conhecer Tolkien, depois Phillip Pullman e Neil Gaiman. Misturei clássicos e contemporâneos lendo “Admirável Mundo Novo”, “Jogos Vorazes” e “Laranja Mecânica”.

Qual seu autor/livro favorito? Continuar lendo

Entrevista: Ceres Marcon

Conte-nos um pouco sobre você.

Me chamo Ceres Postali Marcon, mas como escritora preferi retirar o nome do meio. Moro em um município pequeno, na serra gaúcha, chamado Antônio Prado. Uma cidade de tradição italiana com 12 mil habitantes.

Sou casada, mãe, graduada em Letras, fui professora, decoradora, dona de loja, mas nunca fiquei longe do desejo de escrever. Mantive um diário por algum tempo, durante a adolescência e costumava escrever poemas. Sempre gostei de aventuras, romances, suspense. O terror, na literatura me assustava, por isso fiquei longe de livros assim, por um tempo bem grande. Retomei o diário há alguns meses. Isso ajuda a não esquecer acontecimentos que julgo importantes.

Escrevo sempre que tenho a ideia na minha cabeça. Apesar de escrever diariamente, nem sempre estou diante do computador para transformar o que está dentro de mim em palavras. Algumas vezes, não disponho de papel e lápis, mas procuro gravar na memória a imagem essencial, uma frase ou uma imagem que me façam lembrar, mais tarde, o que queria escrever.

Tenho um blog  http://ceresmarcon.blogspot.com.br/ onde escrevo resenhas de livros que leio e gosto. Também costumo divulgar meus parceiros nele. Mantenho meu site https://www.ceresmarconescritora.com/ para que meus leitores saibam sobre minhas publicações e novidades sobre meus textos.

Também escrevo para dois jornais, na minha cidade: Dupla Notícia e New Prado. Fui patronesse da décima quinta Feira do Livro de minha cidade, no ano passado.

Continuar lendo

Entrevista: Nádia Monteiro

Conte-nos um pouco sobre você.

Contar algo sobre mim, por onde puderei eu começar, acho que sou uma pessoa simples, gosto de me sentar no sofá ao domingo a tarde e fazer uma maratona de filmes e series que não terminará nunca. Ou então ir para o carro e parar só quando a gasolina terminar.

Qual foi seu primeiro contato com a literatura?

Foi no dia em que me ofereceram um livro chamado “Os filhos da Droga” claramente não foi o meu primeiro primeiro contacto, mas sim o primeiro contacto que me fez amar a literatura. Tinha por volta de os 12 anos e desde então nunca mais larguei.

Qual seu autor/livro favorito?

O pior que me pode fazer é pedir para escolher qual é a minha coisa favorita é algo tão difícil para mim principalmente no que toca a leitura, acho que depende muito do meu humor, do que como eu me estou a sentir, do que eu me quero transmitir para mim própria. Mas um dos meus livros favoritos é “Prometo Falhar” de Pedro Chagas Freitas

Como surgiu a ideia de escrever? Continuar lendo

Entrevista: Camilla Kammer

Olá pessoas, hoje temos entrevista em dose tripla! Espero que gostem!!!


Conte-nos um pouco sobre você.

Eu tenho 15 anos, sou de Santa Catarina, e desde pequena tive vontade de contar as minhas próprias histórias. Entre os meus muitos sonhos, eu quero ser astrônoma.

Qual foi seu primeiro contato com a literatura?

Desde pequena meus pais liam para mim, mas a minha memória mais antiga é do livro do patinho feio, que eu, infelizmente, perdi na creche.

Qual seu autor/livro favorito?

Eu tenho dois, e acho muito injusto ter que escolher um só. A Paula Pimenta é a minha preferida desde os dez anos, mas recentemente, o Stephen King conquistou o meu coração.

Como surgiu a ideia de escrever?

Isso sempre existiu, mas uma vez, quando eu devia ter uns sete, oito anos, eu peguei um papel e comecei a escrever uma história. Eu queria que ela tivesse trezentos e cinquenta páginas, mas só consegui chegar á cinquenta, o que, se parar para pensar, é um número muito bom para uma criança.

Quando escreve pede a opinião de alguém? Se sim, de quem e por quê? Continuar lendo