[Resenha] A Alcateia

Olá pessoas, boa tarde! Hoje trouxe a resenha do livro “A Alcateia”, do autor Glauco Freitas, parceiro aqui do blog.



30.11.2016 - A AlcateiaTítulo: A Alcateia

Autor: Glauco Freitas

Páginas: 270

Classificação: 4/5

Sinopse: “Vem Lobo! Coroa-te no sangue dos apressados!”
Rituais de morte se espalham pela cidade de Curitiba e cabe ao Investigador da Homicídios, Flávio Patrezzi, impedir a propagação do horror causado pela Alcateia. A ajuda de seu consultor, Alexandre Matsui, será imprescindível para que encontrem os responsáveis por estes crimes bárbaros numa caçada que os levará aos corredores labirínticos do próprio Inferno.



Demorei um pouquinho para terminar o livro por causa das provas da escola, mas depois que eu tive um folguinha devorei o livro!

Bom, na história, nós acompanhamos uma investigação feita pela delegacia de homicídios e de crianças desaparecidas. No começo achei que a história seria baseada na investigação para descobrir quem estava cometendo os crimes, mas achei que seria uma pessoa, algo normal! Mas o autor me surpreendeu nos inserindo em um outro mundo!

Matsui é um medium que ajuda Patrezzi, um investigador de polícia, a resolver casos de homicídios, mas não é qualquer caso, são casos envolvendo fantasmas e seres sobrenaturais! O primeiro caso é do fantasma de uma cadete que foi estuprada, teve seus olhos furados (literalmente) e foi enforcada na janela de seu quarto, a fantasma (podemos usar essa expressão?!) se vingava dos cadetes que tinha ligação com alguém que fez aquilo com ela.

Logo depois temos um caso no qual um adolescente foi decapitado e apenas seu corpo ficou, a cabeça havia desaparecido e ainda temos o desaparecimento de seu irmão. É aí que as coisas começam a acontecer de verdade no livro. Vários casos de assassinatos envolvendo rituais e decapitação começaram a acontecer, em um dos casos mãe e filho foram assassinados e tiveram partes de seus corpos trocados.

Patrezzi e Matsui, que formam uma dupla “de peso”, são os responsáveis por investigar o caso e, junto com eles, nós vamos nos aprofundando nos acontecimentos nada normais que envolvem o caso.

A história é narrada em terceira pessoa por um narrador onisciente, o que me deixou super feliz, porque tem alguns livros em terceira pessoa que são desanimadores. O suspense de não saber o que vai acontecer nos deixa presos na leitura e me fez elaborar, pelo menos, cinco teorias sobre os assassinatos. A cada capítulo eu me surpreendia mais e mais com a trama, os acontecimentos são marcantes. O livro é uma ficção que envolve suspense, terror e muita ação, quem gosta com certeza vai amar!

Parabéns ao autor pelo livro, estou super ansiosa para ler suas próximas obras!



Foi isso pessoas, até a próxima e beijocas!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s