Entrevista: Felipe K. Santos

Olá pessoas! Para hoje eu separei uma entrevista com o novo autor parceiro aqui do blog, Felipe K. Santos. Espero que gostem!

Quem é Felipe?

Autor de 22 anos de idade que escreve livros desde os 15 anos com o público alvo voltado ao jovem.

Qual foi seu primeiro contato com a literatura?

O primeiro contato que tive com a literatura foi com um dos livros da saga Harry Potter.

Qual seu autor favorito? E livro?

Difícil escolher apenas um autor… mas com certeza J.K.Rowling. E um livro, A Saga de Harry Potter. Obs: Minha segunda saga favorita é Percy Jackson.

O que te levou a escrever esse livro?

Eu sempre amei escrever, mas nunca havia pensado em publicar minhas obras. Mas adotei um conceito: quando o autor escreve uma obra, aquela obra merece ser lida e conhecida, isso que me motivou a escreve esse livro comercialmente.

Como seus defeitos interferem no que você escreve? A vaidade, por exemplo.

Tentar atingir a perfeição. Às vezes isso atrasa muito a escrita e desenvolvimento dos meus trabalhos literários, é algo que venho trabalhando em mim, tentando mudar.

Entre escrever um grande livro cujo tema magoará uma pessoa muito próxima e querida ou jamais escrever um grande livro, o que você escolheria?

Escrever um livro pequeno, com certeza!

Alguma vez você aprendeu algo com uma crítica? Se aprendeu, isso mudou seu jeito de escrever?

Críticas construtivas são sempre bem-vindas ao meu ponto de vista, pois sem elas não existe evolução. Sim, já recebi críticas e tento sempre tirar algo de bom delas.

Se alguém te parasse na rua e pedisse a indicação de um livro qual você indicaria e por quê?

Os livros da trilogia Jogos Vorazes. A escrita e construção da história é algo que me surpreendeu bastante quando li pela primeira vez.

Ficar mais velho, mais cético em vários aspectos mais cínico é bom ou ruim para a literatura que você se propõe a fazer?

Ficar mais velho e mais crítico traz consigo a experiência e isso é bom, desde de que a essência do escritor não se vá, não existe problema algum.

Quando você lê o livro de um escritor mais ou menos da sua idade, que disputa mais ou menos os mesmos espaços que você, a torcida é para que o texto seja bom ou ruim?

Geralmente eu procuro abstrair o que há de melhor em todos os livros que leio, claro que existe a comparação entre literaturas do mesmo nicho que o meu, mas nunca de uma forma destrutiva.

Quais são os seus planos? Próximo projeto?

Tenho um projeto de reescrever meus primeiros livros (que não foram publicados) e disponibiliza-los no Wattpad. Outro projeto que estou em mente é um livro sobre caça às bruxas no século 21, uma obra totalmente diferente de todas as outras nesse nicho.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s