Hoje é um lindo dia para se decepcionar com as pessoas

Como todos – ou a maioria – sabem, hoje foi o segundo dia da prova do Enem. Bem, eu estou fazendo a prova para ir me acostumando com o ritmo e aconteceu que, hoje, minutos antes de eu entrar na escola onde faria a prova algo me magoou muito. Continuar lendo

Anúncios

Seja um parceiro do EPA também!

banco de parceiros post

Sobre o Entre Pontos Assessoria:

A Entre Pontos Assessoria​, também conhecida pela sigla EPA​, foi criada em maio de
2017 pela socióloga Daniele Novaes e pela jornalista Raíssa Martins. A assessoria de
comunicação e mídias sociais surgiu com o principal objetivo das sócias em fornecer
serviços para marcas e profissionais que precisam de ajuda para divulgar o seu trabalho.
Entre alguns dos serviços prestados pela EPA está o gerenciamento e produção de
conteúdo para redes sociais. No cenário atual é importante que uma marca saiba se
posicionar dentro do meio digital através de estratégias que destaquem os seus diferenciais em meio a concorrência. A assessoria também oferece serviços avulsos que vão desde edições de vídeos a conteúdo para sites, até revisão de textos e organização de eventos. Continuar lendo

[Resenha] A Solidão de Um Lutador | Marta Vianna

Título: A Solidão de Um Lutador

Autor (a): Marta Vianna

Páginas: 345

Editora: Sonho de Livro

Classificação: Design sem nome

Sinopse: Uma família destruída por um pai sem coração. Abandono, sofrimento e muitas adversidades completam a trajetória de vida de Bryan, um lutador famoso que venceu sua pior luta quando aprendeu a se defender ainda criança.
Abandonado por sua mãe em um orfanato, apenas descobriu o que era o amor através das irmãs freiras e de seu amigo, Pablo. Uma forte amizade nasceu entre os dois tornando-os além de amigos, irmãos. Bryan encontrou em seu amigo o que nunca recebeu de seu pai, o afeto, o companheirismo a lealdade.
Com o coração fechado para o amor ele conhecerá Angel, a pessoa que ele mais vai tentar se manter longe por medo de se apaixonar, mas será ela quem trará boas novas sobre sua mãe. Mediante a isso, Bryan conhecerá o amor e ele se verá confuso sem saber o que fazer com esse sentimento que ele mesmo desconhece.
Será que depois disso ele abrirá seu coração para o amor e se deixará ser amado? Será que ele conseguirá superar o medo de ser abandonado novamente?



Em “A Solidão de Um Lutador“, conhecemos a linda história de Bryan e Angel. Ele, um lutador famoso, ela, uma estudante de enfermagem e garçonete – além de ótima lutadora. Continuar lendo

[Desabafo] Vida de Blogueira

Hoje não estou aqui para fazer uma resenha, responder uma TAG ou listar livros grátis. Não. Hoje estou aqui para abrir meu coração para vocês.

maxresdefault

Há um ano e pouquinho criei o blog com a intenção de compartilhar minha opinião. Consequentemente, comecei a fazer parcerias com autores e editoras – além de algumas divulgações.

Ultimamente estou me decepcionando com algumas coisas na blogosfera…. sempre ouvi/li de youtubers e blogueiros sobre autores não permitirem que resenhas negativas sejam postadas, mas sempre achei que não aconteceria comigo – mas aconteceu. Continuar lendo

Resenha do Livro: Um Verão Para Recomeçar

Livro: Um verão para recomeçar
Autor (a): Morgan Matson
Editora: Novo Conceito / Gênero: Romance
Páginas: 352 /
Ano: 2017
Sinopse:
A família de Taylor Edwards não é muito próxima – todos estão ocupados demais com seus afazeres –, mas, quase sempre, eles se dão muito bem. Quando o pai de Taylor recebe más notícias sobre a saúde dele, a família decide passar, todos juntos, o verão na casa do lago Phoenix. Fazia cinco anos que eles não passavam o verão naquele lugar, que agora parece bem menor do que antes. E, apesar da tristeza, os momentos em família os aproximam novamente. Além disso, Taylor descobre que as pessoas que ela pensou ter deixado para trás, continuam ali: sua ex-melhor amiga e seu primeiro amor (que está muito mais bonito do que antes). Com o passar do verão, e com os laços quase refeitos, Taylor e sua família tornam-se cada vez mais conscientes de que estão correndo contra o tempo diante da doença de seu pai. Mas, apesar de tudo, o aprendizado que fica é que sempre é possível ter uma segunda chance.
A História:
O livro começa com Taylor mais uma vez tentando fugir. Sua família está indo para casa do lago no verão por causa do pai dela Rob que está com câncer e quer passar seu último verão lá. O diagnóstico dele não é nada bom, Rob está no estágio 4 do câncer e não tem mais esperança de cura, os médicos deram no máximo 3 meses de vida. Tentando fazer esses último meses os melhores eles vão para a casa do lago, lá Taylor reencontra antigos amigos que ela não ver em 5 anos. Taylor também fugiu desses amigos por causa de alguma coisa do passado. Essa vai ser a chance dela de confrontar tudo, a doença de seu pai, a família, seus antigos, mas velhos hábitos são difícil de abandonar. Um verão para recomeçar é uma história de recomeço, mas mais do que isso, é uma história de amor entre pai e filha e de uma garota tendo que enfrentar seus medos de frente.
Opinião:
Um Verão Para Recomeçar é  um livro diferente. Não possui triângulos amorosos, disputas entre garotas e uma protagonista irritante. Taylor é medrosa e com a péssima mania de fugir nos momentos mais cruciais, a forma com que isso é abordado é humana, me fez lembrar um pouco da minha adolescência, todas as inseguranças e medos da protagonista só serviram para me apegar ainda mais a ela, isso é um ponto alto para o livro.
A escrita da Morgan é uma delícia. Os diálogos são ótimos e a autora também tem uma boa ambientação, todos os personagens são bem caracterizados e, apesar de ter um fundo triste, a história consegue ser bem positiva. A temática do câncer não é colocada em foco na maior parte da história, ela serve mais como um lembrete de como o tempo passa e as coisas estão mudando.
Comecei a leitura já sabendo que ia me emocionar por conta do título, só não imaginava o quanto seria. Estou escrevendo essa resenha depois de dois dias da leitura porque ainda estava assimilando a história e confesso que ainda estou. A história se tornou especial porque de certa forma ela me faz lembrar da minha avó que também teve uma doença terminal. Foi impossível não me pegar pensando nela e me sentir na pele da personagem. Cada momento tenso chorei junto com Taylor, cada conselho, cada palavra de amor. Mas em nenhum momento isso foi ruim, muito pelo contrário, me identifiquei demais com Taylor e a leitura toda, não teve como não soltar algumas lágrimas e lembrar da minha vovó. Foi uma leitura que chorei sim, mas que também me deixou com um sorriso no rosto por lembrar de alguém que tanto amo.
Então é isso galerinha! Boa leitura e até a próxima! Beijos!